0
0
0
s2sdefault

Pais devem procurar postos da corporação ou rondas volantes para colocação de pulseiras de identificação
 

A Guarda Civil Municipal (GCM) identifica crianças e adolescentes que chegam ao Festival Virada Salvador, na Arena Daniela Mercury, na orla da Boca do Rio. Os agentes atuam com equipes volantes dentro da arena e também nos acessos à festa próximo aos pórticos de entrada. O objetivo é facilitar que crianças que se percam sejam localizadas mais rapidamente. 
 
Morador da Boca do Rio, Luciano Bacelar, de 42 anos, chegou hoje ao festival acompanhado do filho Arthur, de três anos. Para ele, a identificação “dá uma segurança maior". "Caso meu filho se perca, é mais fácil de achar. Todo ano curtimos a virada e acho importante a iniciativa”, disse o pai coruja.
 
Pela primeira vez no evento, Césio Eloy chegou à arena com a esposa, Lorena e os filhos Cauã, de quatro anos, e Mateus, de seis. Ele afirmou ser uma ótima iniciativa por proporciona uma segurança a mais aos filhos. “É nossa primeira vez aqui e vamos aproveitar os espaços recreativos. Ainda está cedo para deixar eles em show”, frisou Eloy.
 
Dicas - No primeiro dia de evento, 583 crianças foram identificadas na festa. Para que os pequenos não se percam, vale seguir a dica do diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência, Maurício Lima: identifique as crianças com pulseiras ou crachás com nome e telefone do responsável. E mais: assim que entrar na arena, procure os postos de identificação da GCM situados nos portões de acesso à arena ou junto às rondas volantes.
 
É preciso ter muita atenção para não perder as crianças de vista. O indicado é mantê-las sempre por perto, não deixar que saiam do raio de um metro de distância. Evite ingerir bebida alcoólica em excesso, pois baixa o nível de atenção e aumenta o relaxamento. Esse pode se tornar um momento oportuno para que os pequenos se percam. E, claro, sempre oriente as crianças a procurarem um guarda civil, caso se percam.

 

Fale Conosco

Enviando...