0
0
0
s2sdefault

Com o objetivo de trocar experiências, e principalmente para tratar de assuntos sobre cursos de formação e corregedoria, representantes da Guarda Municipal de Maceió (GMM) realizaram nos dias 24 e 25, visitas técnicas às bases da Guarda Civil Municipal de Salvador (GCMS). 

Segundo o coordenador de ensino e instrução da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social, Alexandre Moreira, a Guarda de Maceió está se preparando para o curso do porte de arma, e como a Guarda Civil de Salvador já executa todo esse processo há alguns anos, viemos buscar dados e experiências. “Escolhemos visitar a Guarda Civil Municipal de Salvador devido à importância e excelência do trabalho desenvolvido nesses 10 anos, com ações preventivas e proativas de excelência, que gostaríamos de adaptar na nossa cidade. Ficamos sabendo que esses profissionais desenvolvem suas atividades baseados na Lei 13.022, e estão se adequando na nova Lei 13.675, que integra o sistema único de segurança pública, então, viemos buscar dados, informações e experiência para levar para a nossa Guarda Municipal que já tem 30 anos de existência”, esclarece. 

Além do coordenador Alexandre, estavam também o corregedor, Marcos André, o inspetor, Manoel Costa, e o guarda municipal Edvan Carvalho da GMM, que durante a visita conheceram as estruturas da sede da GCMS localizada na Av. San Martin, os trabalhos realizados diariamente pelos guardas civis, alguns procedimentos de cursos, projetos de prevenção à violência e a central de operações (CeOp). Visitaram também a Corregedoria da GCMS, o Centro de Operações e Inteligência de Segurança (COI), onde funciona o centro operacional para ações de segurança no estado que agrega também efetivos federais e municipais, e a base do Grupamento de Operações Especiais (GOE), onde conheceram as atividades especiais da Guarda Civil. 

A Guarda Civil de Salvador recebe visitas de outras Guardas Civis do Estado da Bahia para esclarecimentos e dúvidas sobre normas de procedimentos, confecção da carteira funcional, termo de referência de viaturas, equipamentos, convênios, autorização para o uso de arma de fogo estabelecida em legislação e treinamento dos agentes para manuseio dos armamentos, além das ações de prevenção à violência desenvolvidas, com trabalhos de natureza social e educativa. “A integração e a troca de experiências entre as Guarda Civis possibilita cada vez mais avanços, pois estamos sempre em constante aprendizado. Isso é de suma importância para o desenvolvimento das instituições e quem ganha com isso é a população local, ressalta o inspetor geral da GCMS, Alysson Carvalho.

Fale Conosco

Enviando...