0
0
0
s2sdefault
 
Semps e Guarda Civil somam esforços para identificar crianças com pulseiras
 
Equipes da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) cadastraram 24 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco social, que exerciam atividade laboral ou estavam na companhia dos familiares/responsáveis no primeiro dia do Festival Virada Salvador. Deste montante, cinco foram encaminhados para Centro de Convivência Socioassistencial, nove para o Conselho Tutelar e 10 para os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).
 
Ainda durante a atuação da Semps, no circuito da Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio, 29 crianças e adolescentes foram identificados com pulseiras, que contêm número de telefone e dados dos familiares. Já através da atuação da Guarda Civil Municipal (GCM), outras 1.881 crianças foram identificadas com pulseiras. Aliado ao serviço, os agentes também  encaminharam três crianças ao espaço de acolhimento para filhos de ambulante e devolveram outras três que estavam perdidas, em meio à movimentação da festa, aos seus responsáveis.
 
Como forma de instruir baianos e turistas que chegavam para curtir as atrações, os guardas ainda distribuíram 500 cartilhas com dicas e normas de segurança. A medida integra as ações de prevenção à violência que o órgão executa no local dos festejos, a fim de garantir a comodidade dos cidadãos. A GCM participa do Festival Virada Salvador com o efetivo de 510 agentes por dia, prestando apoio a diversos órgãos do município na proteção ao patrimônio público, atividades de fiscalização, além de ordenamento e patrulhamento preventivo. 

 

Fale Conosco

Enviando...