Fale Conosco

Enviando...
 
 
A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) promoveu mais uma edição da Operação Sílere, com o objetivo de combater a poluição sonora nas ruas da cidade, com a apreensão de 34 equipamentos apenas no fim de semana. A ação ocorreu no último fim de semana, nos bairros de São Caetano, Fazenda Grande do Retiro, Bom Juá, Pirajá, Boa Vista de São Caetano, Boca do Rio, Imbui, Pituaçu, Garcia, Centro, Rio Vermelho e Patamares. Os fiscais também emitiram dez autos de infração e sete notificações. A operação contou com o apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar.
 
Segundo a sub-coordenadora de Combate à Poluição Sonora, Márcia Cardim, o roteiro é traçado de acordo com o número de reclamações recebidas pelo Sistema Fala Salvador. “Todos os bairros visitados possuem alto índice de crimes violentos letais intencionais, que acontecem em locais onde ocorre poluição sonora. Hoje, o bairro da Boca do Rio é o local mais denunciado. A Semop vem mantendo a fiscalização no bairro do Imbui, devido aos veículos estacionados ao longo da via, no canteiro central, que fazem a utilização de som fora dos limites sonoros permitidos. Este ano já foram mais 730 equipamentos apreendidos.
 
A  atual lei do silêncio (5.354/1998) estabelece que o volume permitido entre as 7h e 22h é de 70 "db", e de  60 "db" das 22h às 7h. A multa varia de acordo com os decibéis e fica entre R$ 813 e R$ 135 mil. Denúncias devem ser direcionadas à Semop, pelo 156, telefone do Fala Salvador. O serviço funciona 24 horas, todos os dias da semana. Informações para a recuperação dos equipamentos podem ser obtidas pelo telefone (71) 3202-9416.