Fale Conosco

Enviando...

 

 

  

Dois cavalos que estavam soltos na localidade do Dique do Cabrito, no bairro do Alto do Cabrito, e estavam atrapalhado o fluxo de veículos na região, foram apreendidos na manhã desta segunda-feira (27) por uma equipe da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), em parceria com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).  

O processo de recolhimento do animal de grande porte ocorre a partir da identificação, por parte da Transalvador, do local em que o animal se encontra e dos possíveis acidentes de trânsito que podem ocorrer em decorrência disto. O órgão vem prestando este serviço desde 2015. Os proprietários dos animais que quiserem reavê-los devem entrar em contato com a Transalvador. 

De acordo com a Lei Federal 5.504 / 1999, a guarda ou criação de animais de grande porte, incluindo cavalos, deverá funcionar em local autorizado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), não podendo ser fixado em áreas próximas a habitações residenciais, unidades de saúde e locais de comercialização de alimentos.  

Cerca de 300 animais de grande porte já foram recolhidos desde o início do ano, na maioria cavalos. Para solicitar o serviço de captura de animais que possam causar transtornos no trânsito, o cidadão pode entrar em contato através do portal Fala Salvador, no www.falasalvador.ba.gov.br ou pelo telefone 156. 

Cuidando da fauna - A apreensão de animais silvestres que estejam nas áreas urbanas da cidade e que não estão interferindo no trânsito, a exemplo de serpentes, é efetuada através da Guarda Civil Municipal (GCM). O órgão dispõe de um efetivo de 70 agentes treinados que integram o Grupamento Especial de Proteção Ambiental (GEPA), que permanecem lotados no Parque da Cidade, localizado no Itaigara. 

 O cidadão que encontrar algum animal silvestre em área urbana não deve tentar fazer a remoção do animal. A recomendação é que entre em contato com o órgão através da Central de Operações no telefone (71) 3202-5312.