Fale Conosco

Enviando...
 
 
O Centro de Atenção Psicossocial (CAPs) de Pernambués foi, nesta sexta-feira (15), o ponto de partida do projeto Rondas Preventivas, realizado pela Guarda Civil Municipal de Salvador (GCM), que tem por objetivo levar ao conhecimento do efetivo da corporação a legislação que regula suas atividades, evitando, assim a ocorrência de infrações ou desvios de condutas que comprometam a qualidade dos serviços. A saída antecipada ou sem autorização de agentes figura entre as infrações mais cometidas e, neste caso, a ronda preventiva pretende evitar a proliferação da prática e a quantidade de processos administrativos.
 
A ideia, de acordo com o corregedor da GCM, Matheus Adam, é reforçar o conhecimento da legislação para o efetivo da corporação, além de mostrar que o cumprimento integral do seu horário é uma garantia para o patrimônio do Município, que é construído pelo contribuinte. Ele explicou ainda que a criação das Rondas Preventivas é fundamentada em levantamentos e auditorias, que constataram demandas passíveis de ser contornadas. As ações preventivas, denominadas de Corregedoria Itinerante, serão executadas por duas equipes formada por quatro agentes, que visitarão postos de atuação dos demais.
 
As rondas preventivas também serão direcionadas ao âmbito administrativo da GCM, quando serão observados contas a pagar, vigência de contratos, dentre outras situações capazes de gerar prejuízos financeiros junto à administração, onerando os custos dos serviços públicos. Matheus Adam ressaltou também que as situações que respaldaram a execução das rondas preventivas são fatos isolados que não chegam a comprometer a qualidade dos serviços prestados aos órgão municipais, mas o seu caráter preventivo servirá para desestimular condutas infratoras.
 
As rondas preventivas, conforme analisa Matheus Adam, fornecerão aos gestores da corporação um quadro real e imediato do trabalho que a GCM realiza em todos os órgãos do Município. Durante as rondas, os agentes farão reciclagens sobre o relacionamento com a clientela que procura as unidades municipais.