Fale Conosco

Enviando...

 

Participante de todos os desfiles cívicos em comemoração ao 7 de setembro, desde a sua criação, no ano de 2008, a Guarda Civil Municipal de Salvador não irá participar com passagem de tropas no desfile em 2017, no entanto irá realizar diversas atividades durante o evento. 

De acordo com o Inspetor Geral, João Neto, a solicitação de apoio feita por órgãos públicos à GCM cresceu bastante, por isso o efetivo está sendo destinado às ações que irão garantir mais conforto para o cidadão. “O reflexo dessas demandas está estabelecida em nossas estatísticas. Passamos de 589 ordens de serviço em 2013, para mais de 9 mil só em 2017”, detalhou o inspetor, ao ressaltar a importância da Guarda Civil na garantia das atividades e ações de outros órgão públicos. 

A Guarda Civil, além de atuar nas ações de fiscalização, irá realizar patrulhamento preventivo na área onde ocorrerá o desfile, em apoio ao Exército Brasileiro. Ficará ainda a cargo da autarquia, o monitoramento de diversos outros espaços públicos, dentre estes o Parque da Cidade, além das atividades de proteção em prédios públicos, onde a maior parte dos agentes de segurança do município estão inseridos. “Por um lado encaramos com tristeza a não participação direta no desfile, mas por outro com alegria, por sabermos que estaremos inseridos em diversas atividades que irão colaborar diretamente com o cidadão”, afirmou o Inspetor, ao pontuar que o órgão conta atualmente com 1.229 agentes. 

A Guarda Civil atuará com 320 agentes no dia do desfile, sendo estes distribuídos nos serviços de proteção patrimonial, patrulhamento nas vias públicas,  e áreas do Desfile, que compreende regiões, da Graça, Praça do Campo Grande, Praça da Piedade, Praça Castro Alves, Comércio, além de estações de transbordos da Lapa e Baixa dos Sapateiros e o Elevador Lacerda.