0
0
0
s2sdefault

 

 

Garantir a execução dos serviços públicos municipais durante toda a folia, mas também colaborar com as ações de segurança para o folião. É com esse papel que a Guarda Municipal de Salvador tem atuado no Carnaval de 2016, em Salvador.  

Os agentes atuam sempre em apoio aos órgãos do município, mas é comum receber solicitações de apoio da população, a exemplo da madruga de hoje (06), quando por volta das 01h, uma senhora passou mal e precisou ser socorrida pelos Guardas Municipais que atuavam no patrulhamento preventivo na região do Circuito Batatinha, no Pelourinho. Outro fato, foi uma intervenção em um conflito envolvendo um casal dentro de um ônibus, no bairro de Ondina, quando agentes atuavam em uma barreira junto a Transalvador. Na ocasião, um casal chegou a via de fatos, sendo encaminhados para o posto policial, contudo a vítima não quis registrar a agressão.  

Após mais um dia de fiscalização, a Superintendência de Segurança Urbana e Prevenção à Violência (Susprev), através do Setor de Estatística (Seest), registrou 91 atendimentos, que representa um aumento em aproximadamente 31,9% em relação ao mesmo período do ano anterior, e 02 (duas) ocorrências, uma por desacato e outra de agressão física, representando uma diminuição de aproximadamente 71,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. Até o momento, foram contabilizados junto às operações da Semop, a apreensão de 1007 objetos com potencial de arma branca, dentre estas 74 facas, 28 facões e 851 espetos de churrasco nos circuitos do carnaval.  

Fale Conosco

Enviando...