0
0
0
s2sdefault
Ao contrário dos últimos 11 anos, o aniversário de 12 anos da Guarda Civil Municipal (GCM), que será lembrado neste sábado (11), não terá comemorações por conta do isolamento social em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Formada por 1.202 servidores, sendo 1.067 homens e 135 mulheres, a instituição segue atuando de forma incansável no combate à proliferação da Covid-19, contabilizando ações de fiscalizações diárias por toda Salvador. 
 
Os agentes trabalham na fiscalização das praias, dos bares e restaurantes, na organização das filas agências bancárias, assim como na promoção de campanhas beneficentes de doação de alimentos e suporte ao trabalho dos demais órgãos municipais. Atualmente sob o comando do Inspetor Geral Marcelo Silva, que administra o órgão ao lado do diretor de Segurança Urbana, Maurício Lima, a GCM possui com seis grupamentos especializados: Operações Especiais (GOE), Especial de Proteção Ambiental (GEPA), Apoio ao Turista (GAT), Operações com Cães (GOC), Especial de Motociclistas (GEM) e Rondas da Capital (RONDAC). 
 
Somados a esses grupos, a GCM conta ainda com a Coordenadoria de Prevenção à Violência (CPREV). De acordo com Maurício Lima, a instituição segue em uma escala constante de crescimento e tem muito o que comemorar. “São 12 anos de uma instituição que só amadurece e vem sendo cada vez mais reconhecida pela sua sociedade. Tenho acompanhado os últimos anos da Guarda de perto e posso dizer que é uma instituição que segue em constante avanço em quesitos como estrutura, aquisição de equipamentos modernos e, principalmente, na sua organização funcional e institucional”, destaca. 
 
Com relação ao trabalho da GCM durante a pandemia, Lima ressalta as ações fiscalizatórias de combate à Covid-19. “Somado a esse suporte, atuamos na fiscalização das praias, agências bancárias e na mega operação de reabertura e ordenamento da orla da Barra. São muitas ações e funções desenvolvidas nessa pandemia e ao longo desses 12 anos, sempre com muita garra e firmeza por todos os nossos guardas. Minha torcida é que ela siga se desenvolvendo e que os próximos 12 anos sejam ainda melhores”, diz o diretor. 
 
A GCM conta com 10 bases fixas e três móveis. O trabalho é realizado por toda Salvador e inclui o serviço de segurança patrimonial em vários órgãos municipais, além de ações de fiscalização e proteção realizadas por rondas em viaturas, motos e bicicletas. Desde 2015, quando foi implantado o Sistema Sigeo-Guarda, até os dias atuais, foram contabilizados 65.820 atendimentos, 3.226 ocorrências, 8.007 ações de apoio aos órgãos municipais, 1.064 atendimentos de prestação de socorro à população, pelo menos 5 mil animais resgatados ou capturados, acompanhamento e suporte em mais de 50 mil  ordens de serviços e 100 veículos recuperados. 
 
"Ao longo desses 12 anos, a Guarda Civil Municipal tem obtido pleno reconhecimento da população soteropolitana, que percebeu durante esse tempo a importância dos diversos serviços prestados, sejam eles no campo ambiental, preventivo, ou social. Temos capacitado nossos agentes e realizado diversos investimentos em equipamentos, para que assim possamos fornecer um serviço com ainda mais qualidade à população", afirmou o Inspetor Geral da GCM Marcelo Silva.
 

Fale Conosco

Enviando...