Logo Prefeitura de Salvador

GCM inicia curso de formação para 50 novos agentes

Publicado: 03/10/22

A Guarda Civil Municipal (GCM) iniciou, na manhã desta segunda-feira (3), a formação de 50 novos agentes, preparando os profissionais para atuação nas ruas de Salvador. A aula inaugural, ocorrida na sede da instituição, na Avenida San Martin, contou com a presença do inspetor-geral da GCM, Marcelo Silva.

“Aqui, os alunos entendem que é uma profissão desafiadora, mas gratificante. A capacitação os transformará em civis da segurança pública, com uma responsabilidade grande para o bem-estar da sociedade”, declarou Silva.

A guarda em formação Glenda Fernanda Cruz conta que a expectativa é alta para o curso. “Espero aproveitar o máximo que puder, ouvir os instrutores e captar o máximo de informação para utilizar na minha atuação como futura guarda civil municipal”.

O colega Diego Nunes também não escondia a ansiedade pelo início da formação. “A expectativa é a melhor possível. Pretendo aproveitar todas as oportunidades de fazer um bom curso de formação e ser um bom profissional, fazendo o meu melhor para ajudar a população. Vejo a instituição com bons olhos, todos aqui são muito acolhedores”, declarou.

Dinâmica – O curso é coordenado pela Gerência de Desenvolvimento Humano (Gedhu), por meio do Centro de Formação, e é direcionado ao agente, para atuação como garantidor de direitos. A capacitação tem carga horária de 640 horas e duração média de quatro meses, sendo composta por atividades teóricas e práticas.

A parte teórica é formada por 36 disciplinas teóricas, abrangendo legislação do GCM, direitos humanos, racismo institucional, entre outras temáticas referentes a movimentos sociais. Durante o curso, os novos agentes também aprendem sobre o atendimento e atividades desenvolvidas pela instituição.

Já as disciplinas práticas envolvem defesa pessoal, abordagem, procedimentos de viatura, imobilização policial, armamento e tiro, dentre outras matérias inerentes às atividades de segurança. Em fevereiro, eles devem começar a assumir postos na cidade, com foco na região de orla e também do Comércio, onde há o projeto da instalação de uma base avançada.

GCM promove encontro terapêutico para agentes pais de crianças especiais

Publicado: 03/10/22

A Guarda Civil Municipal (GCM) está promovendo, na sede do órgão (San Martin), encontros terapêuticos para orientar pais e mães que têm filhos com deficiência. A iniciativa, voltada exclusivamente para os guardas, foi articulada através de uma demanda do Núcleo Psicossocial (Nups) da instituição, que identificou a necessidade de orientar os agentes que possuem questões relacionadas à saúde das crianças.

O chefe do Centro de Valorização da GCM, Roberto Filho, destacou que o encontro tem como objetivo trabalhar a escuta dos agentes, bem como dos seus filhos que possuem algum tipo de deficiência. “Entendemos que as dificuldades enfrentadas no momento em família acabam por influenciar o laborar do servidor, sendo importante o nosso apoio para ajudar nessa questão. Esse encontro serve para ouvir e, a partir daí, avaliar de que forma podemos ajudar nosso pessoal e seus familiares”, frisou, lembrando que Núcleo Psicossocial (Nups) oferece atendimento em três áreas fundamentais no processo: psicologia, psiquiatria e assistência social.

A psicóloga e Guarda Municipal, Ângela Oliveira, afirmou que a ideia do encontro surgiu de um desejo antigo dela, a partir de um interesse pessoal. Mãe de um filho com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), ela percebeu que era necessário ter uma rede de apoio consistente, com a participação dos pais. “Existe uma demanda grande na instituição de pais que têm dificuldades de lidar com uma criança com deficiência, com os colegas e familiares. É um momento importante de troca de experiência entre eles”.

A GCM Suedlove Duarte, que também é assistente social, acredita ser de suma importância, cada vez mais, promover ações deste tipo. Ela descobriu, durante a gestação da filha Marina, hoje com seis meses, que a bebê tinha Síndrome de Down. No começo, ela conta que não foi fácil reagir à notícia. “Muda a carreira profissional, a vida das pessoas em relação a você. A Síndrome de Down é uma característica, não é uma doença. Hoje, acompanho a minha filha em todas as necessidades, e o desenvolvimento dela está bem próximo do normal. Somos aqui apoio e rede um do outro, trocando experiências, vivências, fazendo parcerias. Parabenizo a guarda pelo acolhimento, porque vai ser muito importante”.

Escuta – O Nups é uma extensão de atividades já desempenhadas na sede da GCM, na Avenida San Martin. Trata-se de um espaço físico que funciona na Lagoa dos Pássaros, no Stiep, onde o agente é acolhido no momento de necessidade.  No local, são realizadas atividades, terapias, programas preventivos na área de saúde mental, palestras, atendimentos psicológicos individuais e em grupos, buscando auxiliar no alívio das tensões e na busca pela qualidade de vida. O serviço conta com uma preparação especial dos coordenadores e supervisores para ter um olhar mais sensível para o psicológico de cada atendido.

Guarda Municipal recebeu 100 denúncias de vandalismo pelo WhatsApp

Publicado: 26/09/22

Implantado há pouco mais de um mês, o novo canal de denúncias da Guarda Civil Municipal (GCM) através do WhatsApp contabilizou mais de 400 contatos, sendo aproximadamente 100 denúncias e 24 ocorrências de furtos e/ou roubo de fios. Através do número (71) 99623-4955, os cidadãos podem enviar mensagem escrita e ou áudios de até 30 segundos, acompanhadas de vídeos e/ou fotos. O número não aceita ligações.

A iniciativa tem o objetivo de facilitar e incentivar as denúncias contra o vandalismo, que tem causado grandes prejuízos aos cofres públicos. Com isso, o serviço mobiliza a população a colaborar com a comunicação dos casos, no sentido de coibir furtos e receptação de fios e cabos de energia e telefonia, bem como atos que atentem contra o patrimônio público.

“Desta forma, trabalhamos em conjunto para evitar o vandalismo na cidade e gerar economia para o município, já que os recursos destinados para recuperar os danos serão repassados para inovações na cidade. Além disso, os agentes estão, a cada plantão, respondendo da maneira mais rápida possível às solicitações. Tem sido um trabalho exitoso e de dedicação”, destaca o inspetor geral da GCM, Marcelo Silva.

A quantidade de mensagens recebidas demonstra o interesse dos cidadãos pela causa. “Grande parte destes contatos, além de denúncias, foram também de elogios pela abertura deste canal com a população. Isso é muito positivo e acredito que, quanto mais divulgarmos o serviço, mais a população vai confiar nesse trabalho e, assim, vamos estreitar cada vez mais a relação com a cidade”, completa o inspetor-geral.

Ocorrências em 2022 – O Núcleo de Estatística da GCM contabilizou, entre os meses de janeiro a agosto deste ano, 464 ocorrências e 9.848 atendimentos. O bairro de Fazenda Grande do Retiro liderou o número de registros, seguido da região do Comércio e Centro da cidade.

A GCM ressalta que os cidadãos devem evitar trotes. Isso porque, além de prejudicar o trabalho dos agentes, a prática pode gerar responsabilização por falsa comunicação de crime, previsto no artigo 340 do Código Penal, sujeito a uma pena de até seis meses de detenção e multa. A denúncia pode ser realizada de forma anônima, com a garantia de preservação da identidade do denunciante.

Suspeito de roubos de fios é detido pela GCM no Parque da Cidade

Publicado: 23/09/22

Na tarde desta sexta-feira (23), um suspeito foi detido pela Guarda Civil Municipal ao ser flagrado roubando fios de energia no Parque da Cidade, sendo encaminhado para a Central de Flagrantes. Um segundo suspeito conseguiu fugir e segue sendo procurado pelas equipes.

Ao longo de um mês, a Guarda Civil Municipal recebeu cerca de 400 contatos via WhatsApp, onde houveram aproximadamente 100 denúncias, sendo verificadas 24 ações de furtos e/ou roubos de fios.

As denúncias devem ser realizadas através do aplicativo WhatsApp, pelo número 71 99623-4955, na forma de mensagem escrita ou áudios de até 30 segundos, acompanhadas de vídeos e/ou fotos, não sendo aceitas ligações.

Após resposta automática, será atendido pela equipe da Central de Operações da GCMS, onde a denúncia recebida será analisada e encaminhada aos responsáveis.

TROTE
A Guarda Civil Municipal ressalta que fazer a comunicação de um crime que não ocorreu, gerando a atuação de uma autoridade no intuito de investigar o falso crime, pode gerar responsabilização por falsa comunicação de crime, previsto no artigo 340 do Código Penal, sujeito a uma pena de até 6 meses de detenção e multa.

Novos agentes tomam posse na Guarda Civil Municipal

Publicado: 19/09/22

Nesta segunda-feira (19), 39 novos servidores da Guarda Civil Municipal tomaram posse na sede da instituição.

Os novos agentes passarão por capacitação com cerca de 600 horas, com aulas teóricas e práticas, envolvendo matérias de legislação específica, direitos humanos, abordagem, dentre outros.

Na oportunidade, estiveram presentes o Inspetor Marcelo Silva, o Subinspetor Silva Gomes, Gerentes e Coordenadores da Guarda Civil Municipal, o Coordenador de Segurança Urbana e Prevenção à Violência, Rodrigo Castro, além de convidados.

No início do mês de setembro, 22 agentes concluíram o curso de formação ministrado pelo órgão.

Mulheres vítimas de agressão aprendem técnicas de defesa pessoal e primeiros socorros

Publicado: 13/09/22

Fotos: Bruno Concha/Secom

Através da parceria entre a Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) e a Coordenadoria de Prevenção à Violência da Guarda Civil Municipal de Salvador (GCM), a Prefeitura iniciou, nesta segunda-feira (12), um curso de defesa pessoal e primeiros socorros, voltado às mulheres assistidas pela 1ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, do Poder Judiciário da Bahia (PJBA). A formação está acontecendo na base da GCM, na Avenida San Martin e tem como objetivo ensinar técnicas de autodefesa ao segmento feminino.

No primeiro dia de aula, foram abordados os tipos de violência e formas de prevenção. Ainda durante a formação, serão dadas orientações sobre técnicas de golpes de defesa pessoal. “Aqui as mulheres aprendem a se defender de forma segura, agindo da melhor maneira e no melhor momento. Se a mulher detém a técnica, em possíveis casos de agressão, ela pode evitar se ferir ou até morrer”, contou James Azevedo, coordenador da Cprev.

Dentre as 15 mulheres que participaram do primeiro dia de atividades, dona Maria de Lourdes, de 55 anos, destaca que aprender sobre as técnicas de defesa pessoal pode ser uma alternativa para uma mulher sair de uma relação abusiva. “Se eu tivesse noção dessas técnicas, teria agido de forma diferente diante as agressões que sofri. Vivi por 14 anos submissa a uma relação abusiva e na época a minha defesa era ficar calada e aceitar”, relatou. A capacitação vai até sexta-feira (16), totalizando 20 horas de aulas.

Denúncia – Em caso de violência sofrida, a vítima pode procurar suporte municipal através do Fala Salvador 156, ou recorrer a um dos Centros Municipais de Referência de Atenção à Mulher (Cram), que oferecem suporte com serviços de assistência social, acompanhamento psicológico e assessoria jurídica. São elas:

Centro de Atendimento à Mulher Soteropolitana Irmã Dulce (Camsid): Rua Lelís Piedade, 63, Ribeira. Telefone (71) 3611-6581 / (71) 98507-5609 (funcionando 24 horas, para acolhimento provisório de curta duração).

Centro de Referência de Atendimento à Mulher em situação de Violência Loreta Valadares (CRAMLV): Rua Conselheiro Spínola, Praça Almirante Coelho Neto, 1, Barris. Telefone (71) 3235-4268 / (71) 99701-4675.

Centro de Referência Especializado de Atendimento à Mulher Arlette Magalhães (Cream): Rua José Seixas Filho, 11 CH, Fazenda Grande 2. Telefone (71) 3611-5305 / (71) 98791-7817.

© Copyright: Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (SEMIT)
Skip to content